Status – Submissão – Dominância

lularonaldo

Status – Submissão – Dominância

Lula e Ronaldo

Nas relações entre os seres humanos pode ou não existir a dominância. O líder sempre deseja estar acima de seus comandados.

É interessante notar que quando uma pessoa deseja dominar a conversação e tornar a outra submissa, existe a necessidade de fazê-la menor, pequena no tamanho.

Para tal, juízes colocam suas mesas e cadeiras em posição mais alta na sala do júri. Os reis situam o trono no lugar mais elevado. O primeiro lugar no pódio é o mais alto.

No contato direto entre pessoas quando isto não é possível, aquele que deseja estar em posição superior usa uma série de artifícios para se posicionar acima de todos.

O quepe dos militares, a mitra (chapéu do papa) eleva a pessoa acima dos demais. O uso de salto maior por homens baixos é outro recurso bastante utilizado.

Na cena final do filme Casablanca, Humphrey Bogart sobe em um engradado para de despedir da “mocinha” Ingrid Bergman; como era menor vinte centímetros que a atriz, não estaria em posição de submissão.

A foto

Na foto o presidente, até mesmo de maneira inconsciente e desejando dominar a situação, sobe em um degrau para conversar com Ronaldo. A postura de ser mais importante se nota quando coloca a mão no ombro do atleta.

 

A reverência ou curvatura do tronco é sinal de submissão. O gesto é muito utilizado em algumas culturas e mesmo no povo brasileiro quando se realiza o cumprimento, o de menor status tende a fazer uma pequena reverência.

Os cavaleiros do Rei Arthur eram sagrados de joelhos e com o rei em pé.  Outro sinal de submissão que praticamente desapareceu é o beijar a mão, neste caso novamente o tronco da pessoa se inclina. É considerado um gesto antiquado, desnecessário.

Na foto ainda existem dois símbolos de poder, a faixa de campeão e troféu. A tentativa é se apossar daquilo que é de direito do outro.

Contudo, nesta foto e em outras, o jogador não se curva em nenhum momento, não se dobra de jeito nenhum. São vãs as tentativas de colocar o craque em uma posição de submissão. A postura e o tronco são ereto, o olhar firme para cima.

Deixe uma resposta