Escolha uma Página

Olhar por cima dos óculos

serra_e_dilma

 

Para os especialistas em linguagem corporal, os óculos ultrapassam a função objetiva de auxiliar a melhoria da visão. São componentes estéticos e fazem parte da expressão gestual.

 

Atuam em certos casos como objetos de poder; pois usar óculos de determinadas marcas expressa além do bom gosto estético, a capacidade financeira de quem está usando. Aqui, leva-se em conta a falsificações cada vez mais próximas dos originais.

Existem oradores que são experts em trabalhar com os óculos durante suas palestras. Fazem pausas estratégicas aos tirar e colocar os óculos. Limpam antes de reiniciar os discursos, fazem pausas durante as respostas dos demais; procuram defeitos imaginários etc.

O gesto analisado na foto é o de “olhar por cima dos óculos”.

Na foto a primeira característica observada é o desconforto entre os dois. A boca do governador revela certo desapreço, o olhar é direto; fulminante. Indica estou te encarando de frente. Não tenho medo de você.

 

Na verdade a postura do governador é negativa, pois se trata da resposta aos estímulos recebidos da ministra; ou seja; “olhar por cima dos óculos”.

Observar acima dos óculos assinala que estou te analisando, observo de maneira atenta. A boca acompanha o ar de desaprovação pelo que o outro está dizendo.

Evite este tipo de olhar, pois normalmente tende a ser negativo e provocar reação do mesmo tipo no seu interlocutor.

É certo que não se trata de um bom sinal nas negociações.