Escolha uma Página

obama03

 

O gesto realizado na foto tem o nome de “mesura”. Ou seja, cortesia, reverência.

Trata-se de um gesto de submissão e respeito ao interlocutor. Quando mais o corpo se curva, maior a importância do outro.

A idéia central deste tipo de gesto é se de fazer menor ao curvar e assim realçar a importância para quem se faz a reverência. (ou seja, neste momento você maior do que eu; eu te respeito.)

Segundo Desmond Morris, o declínio da cerimônia da mesura ocorreu de forma diferente em vários países. Sobreviveu melhor no Japão e na Alemanha e pior nos EUA, onde não é encarado de maneira positiva, ao contrário.

Na rendição do General Von Paulus para Stálin, antes e depois das negociações, o soldado alemão fez mesuras ao ditador.

No Brasil o gesto de forma intencional é pouco visto; em algumas partes do país observei apenas o ligeiro movimento de cabeça para baixo ou mesmo do queixo. Embora sem mais pesquisas, não se configura na mesura clássica.

O gesto ainda possui diversas variantes, como o se ajoelhar na igreja ou abaixar a cabeça para receber a hóstia.

A mesura também pode ser observada no “beija mão”, o corpo se curva para beijar a mão do outro. Trata-se de um gesto ultrapassado e pouco usual. Os brasileiros normalmente fazem piadas de quem o utiliza, em alguns casos chega a ser de péssimo gosto, quando autoridades beijam a mão de pessoas corruptas.

Em termos de linguagem, o palavreado diz tudo: lambe botas.

Sucesso

Paulo Sergio de Camargo
Grafologia – Linguagem não-verbal