Escolha uma Página

Linguagem Corporal dos Políticos

Gestos positivos – Parte I

 

Esta série de artigos vai falar sobre a linguagem corporal dos políticos, especialmente em tempos de eleição. Não existe tomada de posição contra ou a favor de qualquer tipo de partido ou ideologia. Vou mostrar diversos gestos que os políticos devem utilizar e também evitar em suas aparições. A linguagem corporal de qualquer profissional quando bem executada transmite, antes de tudo credibilidade.

Todas estas considerações e centenas de outras são ensinadas aos mais diversos tipos de públicos em meus cursos.

 

Linguagem Corporal X Oratória

Os treinamentos de linguagem corporal se diferem dos treinamentos de oratória. A linguagem corporal visa mostrar as características que os movimentos não verbais (incluídos os corporais) passam aos demais. A oratória é uma arte que requer treinamentos, inclusive na colocação da voz. A LC mostra o que determinado tipo de timbre de voz passa ao ouvinte.

Os políticos se sairiam melhor se além da oratória estudassem linguagem corporal de forma independente, pois nos cursos de oratória sempre falam da LC, todavia que os palestrantes (excelentes – por sinal) não conhecem com profundidade o tema.

Nos EUA, por exemplo, muitos políticos, como Barak Obama, recebem treinamentos de linguagem corporal. Em determinados momentos, quando não estão falando para o público ou em mesmos em conversas com particulares, a LC é extrema valia. Nestes casos a oratória não tem o alcance específico deste tipo de estudo.  São raríssimos os cursos de oratória que ensinam sobre a proxêmica (espaços), os tipos de olhares ou como realizar cumprimentos de mão ou movimento de cabeça etc. Estes temas são específicos da linguagem corporal, certamente o político que aprender a técnica vai potencializar muito sua postura perante as pessoas com quem se relaciona.

Ressalto a total importância da oratória, sem ela o político não sobrevive, com a linguagem corporal ele tem a ferramenta ideal para utilizar tanto na oratória como nas atividades do  cotidiano.

 

Considerações sobre os gestos

“Gesto é uma ação que emite um sinal visual a um assistente.” A definição do antropólogo Desmond Morris é bastante precisa.

Todavia o importante não é a mensagem que desejamos passar e sim a maneira como a pessoa que nos observa interpreta.

Cada cultura possui gestos específicos que e variam de acordo com a região que a pessoa vive, inclusive no mesmo país. A linguagem corporal do brasileiro sofre variações em cada estado.

Para alguns autores somente o sorriso é idêntico em todos os lugares do mundo.  Embora alguns gestos sejam por demais parecidos, o significado é completamente diferente.

Os exemplos são vários. Batista, o jogador da seleção brasileira em um de seus primeiro jogos na Itália, após cometer uma falta, concordou com a marcação do juiz fazendo o sinal de positivo. Somente compreendeu sua imediata expulsão quando disseram do gesto ofensivo que fez para o árbitro. (Linguagem Corporal. Técnicas para aprimorar  relacionamentos pessoas e profissionais. Paulo Sergio de Camargo. Ed. Summus, 2010)

Outro exemplo é o sinal de OK com os três dedos feitos pelo povo americano,  apresenta significados diferentes em vários países.

Para resumir: observe se o gesto emitido chega aos interlocutores como você deseja.

 

 

10 gestos positivos –

Diria que estes gestos são obrigatórios por qualquer pessoa que deseja passar aos demais imagem positiva, causar boa impressão, convencer, se relacionar de forma mais intensa e amigável, menos agressiva etc.

 

1. Sorriso

Sorrir é mais do que fundamental, é mais do que obrigatório. No metrô da cidade de Tóquio existe um aparelho no qual os funcionários calibram o sorriso antes de atender os passageiros, enquanto o sorriso não for o ideal, a pessoa fica na frente da máquina “calibrando” o mesmo. O certo é que o resultado é sempre positivo.

Ao sorrir diretamente para alguém a mensagem é clara: olhar você me faz bem, estou satisfeito por te ver, gosto de olhar para você, você não representa perigo etc.

De imediato a outra pessoa se sente bem. Ver alguém sorrir de forma espontânea nos causa alegria, especialmente se for uma criança.

Como distinguir o sorriso falso do verdadeiro.

No site do IG fiz uma reportagem como diferenciar o sorriso falso do verdadeiro.  Acesse e faça um teste

http://delas.ig.com.br/comportamento/voce+sabe+reconhecer+um+sorriso+verdadeiro+faca+o+teste/n1597047263950.html

 

Evite o sorriso falso, muitas pessoas são capazes de perceber isto, todavia que este tipo de sorriso nem sempre seja o mais negativo possível, algumas vezes ele é capaz de amenizar relação. Todavia como o político é bastante exposto aos mais diversos tipos de mídias, a foto de um sorriso fingido pode ser fatal, principalmente quando queremos passar a imagem de confiável. O sorriso fingido tem íntima ligação com a mentira. O chamado “sorriso amarelo” indica que a pessoa está diante de algo que a incomoda, ou que foi pega em situação delicada.

Resumo: sorria naturalmente, sorria francamente.

 

No próximo artigo vou falar sobre os Tipos de Apertos de mãos e sua importância no convencimento das pessoas.

 

Para cursos, palestras, seminários: grafonauta@br.inter.net