Análise da linguagem corporal de Sandy – Lançamento Devassa

postado em: Artigos | 0

Análise da entrevista de Sandy no lançamento da cerveja Devassa.

http://www.youtube.com/watch?v=FLRHt2CTIZc

 

14 seg. Mesura, inclinação do trono. Indica submissão, respeito.

Mão fechadas na região genital – não estou disponível sexualmente.

 23 seg. A mão direta. Tentativa tímida e quase defensiva na demonstração da

sexualidade.  O sorriso não é natural, não aparecem rugas nos olhos.

 37 seg. Sobrancelhas se erguem. Sinais de surpresa. Falou a verdade quando disse que não esperava ser chamada para a campanha.

 53 seg. …inusitado, gostoso… Nem tanto. Olhar para cima e à direita. Logo após quando diz … bacana…   um microgesto de nojo.

 1.03 seg.  Faz um gesto aleatório com as mãos. Quer dizer.. qualquer coisa… ou coisa nenhuma.

 1.16 seg.  …A primeira apresentação que fizeram para mim… olhar acima e a direita.

 1.29 seg. Olhar para baixo. Timidez, vergonha.

 Entre 1.25 e 1.30 seg. O canto esquerdo do lábio se desloca um pouco para cima. Prazer oculto.

 1.32 seg. Olhar por cima do ombro. Gesto de feminilidade e sexualidade.

 1.37 seg. …foi a primeira vez que fiquei realmente loira… Expressão de verdade no posicionamento dos olhos.

 1.41 seg. …eu adoro mudar.  Nem tanto. Olhar para cima e à direita.

 1.48/9 seg. …eu tenho um lado mais devassa… Fechou os olhos. Mentira. As mãos colaboram jogando fora o que disse.

 3.05 seg. Encolhe os ombros. Perda de confiança naquilo que está dizendo.

 3.09 seg. A boca mostra um misto entre a expressão de tristeza e desânimo.

 3.39 seg. Olhar para cima e direita.

 Em torno de 4.35 seg. Falando sobre o seu trabalho. Aumento do movimento corporal e das mãos. Verdade.

 4.50 seg. Descontraída sim. Desinibida não. Olhar para cima/direta.

 5.41 seg. ...mostrar o avesso disto…  Análise de conteúdo.  O avesso da devassa.

 5.59 seg. …admito que tenho um lado sensual sim… Expressão facial direta. Verdade.

 6.06 seg. Olhar para baixo. Timidez, necessidade de preservar a vida íntima, pessoal.

 Em geral a expressão foi de verdade em quase toda a entrevista. Existe um certo desconforto em assumir a postura de devassa.

 

Deixe uma resposta